O prefeito Arnóbio Pinheiro e o secretário de Saúde, Ivan Silvestre, estão em Brasília para requerer os repasses da verba destinada à continuidade da construção das Unidades Básicas de Saúde (UBS) do bairro Pinheirinho e de São João do Sobrado.

O Governo Federal, responsável exclusivo por financiar as duas importantes obras, não tem realizado o depósito dos recursos para o prosseguimento da construção. O resultado é o ritmo mais lento na execução.

Arnóbio salienta que vai buscar saber qual o motivo do atraso no repasse e que vai lutar para retornar ao município com o problema resolvido. “Vamos procurar entender o que aconteceu e lutar com todas as forças para voltar a Pinheiros com a questão resolvida”.

Ivan Silvestre lembra que a prefeitura não pode aplicar fundos nas obras e revela que a atual Administração Municipal está ansiosa para entregar as unidades ao povo. “Não podemos colocar dinheiro por questões legais. Estamos na expectativa de inaugurar os novos postos e entregá-los à população”, disse.

Os convênios para a realização das obras foram assinados antes mesmo do período eleitoral justamente para evitar atrasos e contratempos. Arnóbio e Ivan devem permanecer até a próxima sexta-feira (28) na capital federal.

O investimento na UBS do Sobrado será de R$ 408 mil e na do Pinheirinho, de R$ 416 mil. As unidades serão climatizadas, possuirão equipamentos novos e profissionais qualificados para prestação de atendimento.

As obras foram iniciadas no começo deste ano. Só a UBS de São João do Sobrado irá beneficiar mais de cinco mil moradores do distrito e região.

Só a UBS de São João do Sobrado irá beneficiar mais de cinco mil moradores do distrito e região