Depois de problemas detectados e de cobranças do prefeito Arnóbio Pinheiro e de moradores, foram retomados, na última quarta-feira (28), os trabalhos de conclusão do recapeamento de um trecho da rua Henrique Ayres, situada entre o centro da cidade e o bairro Domiciano.

De acordo com informações do encarregado da obra, Anselmo Mosé, novos estudos apontaram que os problemas no asfaltamento da via, aplicado pela empresa contratada, aconteceram após o entupimento da antiga rede de esgoto. O encarregado revelou que essa rede rompeu e obstruiu a passagem de água por baixo (no subsolo), ocasionando a destruição de parte da rua.

Anselmo informou, ainda, que as redes de esgoto já foram reparadas e que serão refeitos 400 metros quadrados de asfalto. Conforme o funcionário, o serviço não foi realizado antes porque a Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) ainda não havia feito a ligação do novo sistema de esgoto.

O prazo para a finalização da obra é de dez dias, contados desde o último dia 28. A prefeitura agradece à população, que auxiliou a administração pública na fiscalização da obra, e reitera que continua contando com os moradores nessa importante tarefa.

Entenda

Recentemente, quando a empresa responsável finalizava a obra, detectou-se que a qualidade do material empregado no recapeamento ficou visivelmente prejudicada. À época, de acordo com a empresa, o problema foi causado por um grande volume de chuva que caiu exatamente durante o acabamento do trabalho.

O prefeito Arnóbio Pinheiro e moradores da localidade cobraram respostas para o ocorrido. Arnóbio chegou a ir ao Laboratório de Ensaios em Materiais de Construção (Lemac), na Ufes, em Vitória, para submeter a análise de qualidade alguns fragmentos do material utilizado na obra.