Política pública de dinamização econômica e do desenvolvimento local, promovida pela atual administração municipal, atrai investidores e gera efeito em cadeia

O número de empresas que iniciaram atividades em Pinheiros de 2017 a julho deste ano impressiona. Durante esse período, quase 100 empreendimentos do comércio e prestação de serviços foram formalizados no município, gerando empregos, renda e desenvolvimento.

De acordo com especialistas, uma das causas para a onda de iniciação de novos empreendimentos em Pinheiros é a política pública de incentivo à instalação de empresas, promovida pela atual administração municipal.

De acordo com o chefe do setor de Tributação de Pinheiros, Abidias Júnior, a prefeitura fomenta a atividade empreendedora no município, atraindo empresas de médio e grande porte e exercendo um papel fundamental para a concretização dessa realidade.

“A municipalidade tem interesse em trazer empresas, com leis específicas para o estímulo à implantação delas, em parceria com o governo do Estado, por meio dos programas de benefício fiscal Invest-ES e Compete”, ressalta Abidias.

A chegada desses estabelecimentos à cidade gera um efeito em cadeia, demandando serviços e produtos de empresas menores, incentivando, assim, a abertura de outros empreendimentos.

“Uma indústria como a Placas do Brasil, por exemplo, precisa manter a limpeza e realizar outros tipos de serviços fora das instalações da companhia. Para isso, contrata outra empresa que para a execução desses ofícios, terceirizando esses tipos de tarefa e gerando mais empregos indiretos”, explica Abidias.

O prefeito Arnóbio Pinheiro destaca a importância de atrair empresas para o município. “Administrar uma cidade vai além de construir, reformar e adquirir veículos e materiais. Também precisamos buscar formas de gerar emprego e renda. Ao atrair empresas para Pinheiros, procuramos atingir essa meta”.