Produtores rurais de Pinheiros participaram, na manhã de quinta-feira (27), de uma palestra sobre emissão da Nota Fiscal Avulsa Eletrônica (NFA-e). Durante o evento, ocorrido no auditório da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), os agricultores receberam instruções de como emitir a nota e tiraram diversas dúvidas.

O chefe da Agência da Receita Estadual de São Mateus, Amaziles Antônio Bergonzine Dias de Carvalho, foi quem ministrou a palestra. Amaziles falou a respeito da transição entre a utilização dos blocos de nota fiscal para as NFA-e e explicou aos produtores os procedimentos para retirar as notas, que só pode ser feito via internet.

O palestrante também enumerou as vantagens das NFA-e em comparação às notas tradicionais e recomendou que os produtores se familiarizem com o sistema.

Amaziles explica que a NFA-e já é utilizada há cerca de 2 anos no Estado. O prazo final para que todos se adaptassem ao novo formato era até 29 de junho. “Mas reconhecemos as dificuldades de acesso à internet de alguns produtores, por isso esse prazo foi adiado”, destacou.

O chefe da Receita Estadual de São Mateus ainda revelou que o governo estadual pretende melhorar as condições de acesso à internet com instalação de equipamentos no campo.

O produtor rural Jailson Pinheiro Silva (42) produz leite, maracujá, café e aipim em sua propriedade, localizada em São João do Sobrado. Jailson destaca os benefícios de adotar a Nota Fiscal Avulsa Eletrônica.

“São muitas vantagens. Vai ser importante para quando eu aposentar, nos dá mais segurança, não corremos o risco de ser surpreendido pela fiscalização e ficamos em dia com nossas obrigações”.

Segundo levantamentos da Receita Estadual, por ano, são autorizados aproximadamente 20 mil pedidos para confecção de blocos de notas fiscais. Ao migrarem para a NFA-e, os produtores não precisarão ter este trabalho, nem o custo com a confecção que é, em média, R$ 80,00 por bloco de 25 jogos. O evento é promovido pela Sala do Empreendedor da Prefeitura de Pinheiros.

O secretário Municipal de Agricultura, Meio Ambiente, Obras e Urbanismo, Saulo Fávaro, compareceu à reunião.

 

Benefícios

A substituição não é obrigatória. Entretanto, a mudança do bloco do produtor pela NFA-e traz vantagens para todos os envolvidos. Para quem emite há a redução de custos e a simplificação de obrigações acessórias. Além disso, a nota tem validade em todo território nacional e possui segurança, com a certificação digital da Sefaz.

Para quem recebe, os benefícios são a eliminação de digitação de notas fiscais na recepção de mercadorias e o recebimento do Danfe por email no mesmo momento da operação.

Já para a Receita Estadual, o sistema proporciona racionalização de processos, redução de custo de operação, aumento na confiabilidade dos dados, diminuição da sonegação e aumento da arrecadação sem aumento de carga tributária.

 

Saiba mais

O que é NFA-e?

A Nota Fiscal Avulsa Eletrônica é um documento fiscal, porém de existência virtual. Sua validade consiste no fato de existir em um ambiente virtual e tecnológico.

O Danfe que se imprime é simplesmente uma representação gráfica do documento armazenado no repositório do ambiente nacional e na base de dados da Sefaz. Contribuintes Pessoa Física e produtores rurais com inscrição na Receita Estadual também têm essa facilidade.

Saiba como retirar a NFA-e assistindo ao vídeo que está no link https://glo.bo/2xU1h2t.