Desde o primeiro ano atual gestão municipal, a Prefeitura de Pinheiros tem investido intensamente, com recursos próprios, num dos pilares para a boa formação de cidadãos: a educação. E o ano letivo de 2019 será o marco da política de valorização do setor pela administração municipal.

Alunos e educadores terão salas climatizadas, escola com pátio pavimentado, muro reconstruído, ambiente reformado, móveis novos, enfim, escolas modernizadas e reestruturadas.

A Escola Governador Carlos Lindemberg, situada no bairro Santo Antônio, passa por uma importante reforma. A pintura externa já foi finalizada. Agora, o trabalho se concentra nas salas de aula. O projeto de revitalização prevê, também, a substituição de janelas de madeira por peças de alumínio e vidro, novo portão lateral, divisão de boxes dos banheiros com mármore, portas novas e instalação de forro na cozinha.

Além da reforma, a escola também terá as salas de aula climatizadas. Os 12 aparelhos de ar-condicionado já foram instalados. Só faltam alguns ajustes de detalhes técnicos para a ativação, que deve ocorrer no início do ano letivo de 2019. As obras serão concluídas antes das aulas. Os utensílios são provenientes de emendas do governo federal em parceria com a prefeitura.

A escola Emir de Macedo Gomes, no Centro, também terá salas climatizadas. Serão 11 ambientes com condicionadores de ar também adquiridos por meio de emendas federais. Os estudantes ganharam uma quadra reestruturada, cercada com telas protetoras e demarcação de modalidades. O pátio foi pavimentado no final do ano passado e recebeu um projeto paisagístico.

A escola também está com um visual diferente na fachada, com um alambrado no lugar de um trecho do muro. Por questão de segurança, aliás, parte da construção teve de ser demolida e uma nova foi assentada.  

A Escola Juracy Cardoso Viana também terá um muro novo depois de anos de reivindicações de educadores, alunos e pais de alunos. A obra começou no ano passado e está em andamento. O muro volta a estabelecer o limite territorial entre a escola e a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae).

O projeto do novo muro prevê uma construção mais resistente, com a edificação de dois pilares a cada dois metros. A obra terá aproximadamente 86 metros de comprimento por três de altura e será revestida de chapisco, reboco e pintura acrílica. Mais 50 centímetros serão acrescentados pela Apae, somando 3,50 metros de altura. A estrutura cedeu há cerca de dois anos e meio.

Além dos ares-condicionados, escolas do município irão receber ventiladores para propiciar conforto térmico a estudantes e professores. A prefeitura adquiriu recentemente 311 ventiladores de parede que serão distribuídos em toda a rede municipal de ensino.  Ainda foram adquiridas 100 cadeiras estofadas fixas e 50 mesas de secretaria.

Aproximadamente 1600 alunos serão beneficiados com as melhorias. O prefeito Arnóbio Pinheiro destaca o controle das contas públicas e o trabalho de sua equipe como as causas para o investimento pesado na educação.

“Graças a Deus, ao trabalho sério de nossa equipe de governo e do nosso comprometimento em equilibrar as contas públicas desde quando assumimos, podemos tratar a educação como ela merece. Com salas climatizadas, escolas reformadas e uma série de outras benfeitorias, os estudantes terão mais prazer em ir estudar e isso vai resultar em um bom aprendizado”, ressaltou Arnóbio.

A previsão inicial é de que as aulas sejam iniciadas no próximo dia 5 de fevereiro.