A manhã de terça-feira (26/04) ficou marcada na história de 52 anos do Município de Pinheiros: mais 50 famílias pinheirenses realizaram o sonho da casa própria, no bairro Nova Jerusalém 2.

Além do governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, que se mostrou muito atencioso ao prefeito Antonio Carlos Machado e à vice-prefeita Suelena Denti, também participaram da solenidade de entrega os deputados estaduais Gildevan Fernandes e Freitas, prefeitos de Municípios circunvizinhos, vereadores de Pinheiros e região, a secretária municipal de Assistência Social, Cláudia Pessin, a diretora-presidente do Idurb, Caroline Jabour, dentre outras autoridades políticas, além de moradores de Pinheiros.

Esta realização foi possível a partir de uma parceria firmada entre Governo Federal, por meio do Programa Minha Casa Minha Vida, e o Governo do Estado do Espírito Santo, pelo Programa Nossa Casa.  Cada unidade custou R$ 36.000,00, sendo R$ 25.000,00 da União e R$ 11.000,00 do Governo do Estado.

As famílias beneficiadas foram selecionadas pelo Município e atendem aos critérios estabelecidos pelo programa federal. A dona de casa Verônica Reis de Matos, emocionada, comemorou a conquista e contou que sua casa será habitada por cinco pessoas: 2 adultos e 3 menores de idade. “Eu nem consigo falar porque é um alívio muito grande. O dinheiro que antes era usado no aluguel, agora com certeza será investido na saúde do meu filho de 5 anos, que é uma criança especial e necessita muito. É um momento de gratidão, que entre tantos fomos contemplados.  Só temos o que agradecer a Deus, ao prefeito Antonio e ao governador Paulo Hartung”.

Cristiane Costa também manifestou alegria da conquista: “Eu e minha família vamos começar uma vida nova com mais tranquilidade e segurança” – falou.

Assim que chegou em Pinheiros, o Governador Paulo Hartung foi conhecer o Espaço Futuro, que é um projeto que visa proporcionar aos jovens um espaço de integração e formação profissional.

Parceria

A diretora-presidente do Idurb, Caroline Jabour, destacou a importância da parceria do Governo do Estado com o Município e o Governo Federal para concretizar o sonho das famílias beneficiadas. “Sabemos como é difícil a realidade de quem vive de aluguel e como a segurança de uma casa pode contribuir para o fortalecimento da família.  E é assim que o Idurb  atua,  sempre integrado aos municípios  e  o Governo Federal,  de forma a implementar  políticas  de habitação de interesse social”.

O governador Paulo Hartung lembrou que o acesso à casa própria auxilia no fortalecimento dos valores familiares e que a entrega destas 50 novas casas populares é uma importante conquista para Pinheiros e um passo importante para a política habitacional estadual. “É importante que os moradores saibam que aí tem dinheiro do Governo Federal, Estadual e trabalho da Prefeitura Municipal, é importante mostrar quem está presente nas ações nos dias de hoje. Esta é uma ação que atinge diretamente a vida das pessoas e esperamos que esta medida auxilie no fortalecimento dos laços familiares, mantenha a família unida com transmissão de valores e limites e possibilite a expansão da cultura de paz em nosso Estado. Que vocês que irão entrar nestas casas, habitem com a proteção de Deus e levem para dentro desses lares uma ação educadora aos seus filhos, sobrinhos e netos”, destacou Hartung.

O prefeito Antonio Carlos Machado lembrou das riquezas naturais, culturais e empreendedoras do Município de Pinheiros e salientou que somadas a estas 50 unidades habitacionais, a atual Administração entregou 285 casas. “Vim com minha esposa para este Município já faz alguns anos e já nos consideramos daqui. Nossos filhos nasceram e cresceram aqui. Tenho muito amor por Pinheiros, é tanto que minha principal obra agora é continuar construindo união entre as principais lideranças políticas locais, é isso que quero. Tenho certeza que desta forma a nossa população de 27 mil habitantes, que muito merece nossa atenção e dedicação, será beneficiada” – disse Antonio.

Nossa Casa

O programa Estadual “Nossa Casa” tem por finalidade reduzir o déficit habitacional nos municípios capixabas e promover o acesso da população urbana e rural de baixa renda à moradia digna, por meio de mecanismos de incentivo à construção, à aquisição, à requalificação e à reforma de habitações de interesse social.