Pinheiros terá uma unidade móvel comunitária da Polícia Militar (PM). O anúncio foi feito hoje (3) pelo prefeito Arnóbio Pinheiro e seu vice, Paulo Jovânio, depois da assinatura do contrato para a implantação da base móvel.

A princípio, a unidade vai ficar situada na Praça Baiana, mas há possibilidade dela circular em bairros com alta incidência de crimes. Outros pontos do município também serão contemplados no futuro.

Ainda seis câmeras para vídeo monitoramento serão instaladas na cidade. A base móvel vai ser aparelhada com computadores, que serão conectados ao sistema da segurança pública estadual e irão realizar o registro de ocorrências. 

A reunião de assinatura do contrato aconteceu no Gabinete do chefe do Executivo com a participação do major Amaral, prourador geral da Prefeitura, Adriel de Souza Silva, e o secretário de Obras e Agricultura, Saulo Favaro, além do prefeito e do vice.

A unidade móvel será ativada nas próximas semanas, restando, ainda, as instalações elétricas. A implantação será realizada pelo governo do Estado, mas o município precisou mostrar interesse, junto com a PM local.

“Esse projeto começou com o capitão Gambart, que me procurou para saber se havia interesse da nossa parte para adquirirmos uma base. Desde então, começamos a lutar por ela. Agora, quem está conosco nesta luta é o capitão Felisberto”, salientou Paulo Jovânio.

A principal intenção do serviço é inibir a ação de criminosos e aumentar a segurança dos moradores.