A população de Pinheiros recebeu, no início da tarde desta segunda-feira (7), uma Base Móvel Comunitária (BMC), veículo equipado com aparatos tecnológicos que funciona como uma extensão da Companhia da Polícia Militar (PM). A base é considerada mais um instrumento que vai ser usado para a garantia da segurança no município.

A entrega oficial da unidade aconteceu na Praça Baiana, com a presença de moradores, do prefeito Arnóbio Pinheiro, do vice-prefeito, Paulo Jovanio, do comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Sebastião Aleixo Batista, do comandante da 2ª Companhia do 2º BPM, capitão Rangel, do presidente da Câmara de Vereadores, Cleomar da Vila Fernandes, e de outros vereadores do município.

A BMC conta com câmeras internas e externas de videomonitoramento, monitores, notebooks, acesso à internet e outros equipamentos que possibilitam um monitoramento da movimentação de pessoas nas imediações das bases, bem como um atendimento qualificado ao cidadão.

Nos primeiros dias, a unidade, que já está em atividade, vai permanecer na Praça Baiana e ficará em operação das 13 horas às 21 horas, com possibilidade do horário ser estendido. Nas próximas semanas, a BMC vai circular nos bairros do município. A base, que cumpre a função ostensiva da PM, apresenta outras vantagens, como conta do tenente-coronel Aleixo.

“Essa unidade possui tecnologia 4G embarcada, que vai possibilitar uma política de aproximação mais intensa com a comunidade, via Whatsapp, redes sociais e, também, de forma direta e física, com conforto para o morador conversar com os policiais. Temos que trazer a comunidade para perto e fazer com que criminosos se afastem. Essa é a principal função da base: aproximar o cidadão de bem da Polícia Militar”.

O capitão Rangel relata outros benefícios da unidade. “A base dá condições para o policial fazer o registro de ocorrências. A BMC é como se fosse uma delegacia ambulante. Nela, o cidadão também pode fazer denúncia porque o policial tem acesso, praticamente, a todo o sistema de segurança”.

Paulo Jovanio fez agradecimentos e falou sobre a luta pela concessão da base comunitária. “Gostaria de agradecer a Deus por ter nos abençoado muito. Agradecer ao tenente-coronel Aleixo, que adotou nossa cidade. E agradecer a Arnóbio. Só sou um vice-prefeito atuante porque o prefeito tem me dado condições de trabalhar. Há muito tempo buscamos essa base, mas preferimos manter em sigilo e só anunciarmos quando desse tudo certo. Trabalhamos em silêncio com o comandante Gambarti e o comandante Aleixo e, hoje, vemos o fruto dessa busca”.

O prefeito Arnóbio falou das dificuldades enfrentadas pela PM e exaltou o desempenho do comandante Aleixo. “O trabalho da Polícia Militar é difícil. Muitas vezes, policiais cumprem seu dever detendo criminosos, mas, por causa de brechas da lei, esses valorosos homens vêem delinqüentes soltos novamente. Enfim, espero que os novos governantes dêem o devido valor à Polícia Militar”.

O prefeito completou: “Na primeira oportunidade que eu tiver com o governador Renato Casagrande, vou levar ao conhecimento dele esse brilhante trabalho do comandante Aleixo e vou dizer que ele é digno de uma promoção para que o trabalho do tenente-coronel seja valorizado”.