Dez pessoas já morreram vítimas do vírus no Estado só neste ano

Uma equipe da Superintendência Regional de Saúde do Norte do Estado esteve em Pinheiros no último dia 7 em reunião com servidores da saúde do município para expor novas estratégias de combate à dengue.

O objetivo central do encontro foi ajudar a reorganizar o sistema de saúde local para o enfrentamento ao aedes aegypti e evitar mortes causadas pelo vírus da dengue, que está mais agressivo.

De acordo com o chefe do núcleo de Vigilância e Saúde da Superintendência, Leonardo Costa Barbosa, dez óbitos que tiveram a dengue como causa foram registrados no Estado neste ano.

Ainda conforme Leonardo, sete dos 14 municípios da região apresentam situação epidêmica. O chefe do núcleo de Vigilância e Saúde pede a compreensão e apoio dos moradores de Pinheiros na batalha contra o vírus.

As recomendações continuam sendo as mesmas: manter a caixa d’água de casa tampada, evitar que recipientes que acumulem água fiquem a céu aberto, manter lotes limpos, depositar areia nos reservatórios dos vasos de plantas e outras ações.

Leonardo pede atenção especial para a parte interna das residências, onde, segundo ele, 80% dos focos da dengue são encontrados. Quem apresentar sintomas clássicos da doença deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para o primeiro atendimento.